Informatização da rede de saúde entra na reta final


ESF Nova Brasília foi a primeira a ter instalado o software para a interligação das unidades de saúdeO processo de informatização do Sistema Único de Saúde está cada vez mais perto de ser concluído. Começou na última semana a etapa final da implantação do sistema que vai interligar as 19 Estratégias de Saúde da Família, Farmácia Municipal e Centro de Especialidades Médicas de Alegrete (CEMA).

O processo começou com a aquisição de 20 novos computadores para equipar as UBS. Já a segunda etapa foi a instalação de 12 km da rede de fibra ótica que, somada ao sistema das câmeras de videomonitoramento, chega a 30 quilômetros de infovias na cidade. A terceira e última etapa começou nesta segunda-feira (06), com a instalação do software de integração dos serviços da atenção básica.

As primeiras Unidades Básicas de Saúde a terem o serviço implantando pela equipe do Departamento de Tecnologia de Informação (DTI) da Secretaria de Administração foram Nova Brasília e Promorar. A capacitação para o uso do sistema se dá em quatro fases, divididas em dois dias, um turno para cada etapa, sendo primeiro o treinamento para Agentes Comunitários de Saúde, o segundo para profissionais da enfermagem, o terceiro para os médicos e, por último, é feito um teste para avaliar se a equipe já está apta a operar o sistema.

A vice-prefeita Preta Mulazzani relembra que a informatização é um compromisso assumido desde 2009.

“Não é simples realizar um trabalho dessa complexidade, que envolve grande investimento em infraestrutura e qualificação técnica, com muitos nós a serem desatados pelo caminho. Parabéns à toda equipe da Prefeitura pelo trabalho integrado”, comemora.

Unificação das informações facilitará resposta do servidor ao usuário, acreidta a nutricionista Jaquel Trindade PRONTUÁRIO ELETRÔNICO – O novo sistema garantirá mais agilidade no atendimento aos usuários do SUS, uma vez que o servidor terá todo histórico de exames, consultas, prescrição de medicamento, estrutura familiar do usuário, além de possibilitar o agendamento de especialistas e exames direto do consultório das ESF. “A criação da central de regulação interna por telefone acabou com as filas no CEMA. As pessoas saem da unidade com a consulta marcada. A informatização agiliza mais esse processo”, explica a secretária Adelina Tubino.

Nutricionista da rede municipal há nove anos, Jaquel Trindade atende na Nova Brasília e Vila Inês e entende que a unificação da informação facilitará o trabalho do servidor e o cuidado ao usuário.”Na dietoterapia existe dificuldade de acompanhar as pessoas que migram dentro da cidade. Muitos esquecem exames, tratamentos, medicamentos. Com o novo sistema, em qualquer unidade podemos acessar o histórico”, explica.

ADAPTAÇÃO – O novo sistema não é compatível com o anterior, portanto os cadastros precisarão ser refeitos. “Poderá levar algum tempo no atendimento, talvez até formação de fila nas unidades. O usuário precisará ter paciência neste início, levar sempre o Cartão SUS e documentação pessoal”, alerta a diretora da Atenção Básica, Jaqueline Albânio.

O prefeito Erasmo Silva diz que pequenos transtornos são normais em grandes mudanças. “Alegrete está vendo uma transformação sem igual no Sistema Único de Saúde. Temos todas as unidades novas, equipadas, com profissionais qualificados e agora ligados por rede de fibra ótica. Temos orgulho do esforço para que tudo isso fosse concretizado”, conclui.

Cronograma de implantação:

  • ESF Saint Pastous – Início: 13/6/2016. Término: 14/6/2016.
  • ESF Dr Romário – Início: 15/6/2016. Término: 16/6/2016
  • ESF Piola – Início: 20/6/2016. Término: 21/6/2016
  • ESF Prado – Início: 22/6/2016. Término: 23/6/2016
  • ESF Inês – Início: 27/6/2016. Término: 28/6/2016
  • ESF Vera Cruz – Início: 29/6/2016. Término: 30/6/2016
  • ESF Macedo – Início: 4/7/2016. Término: 5/7/2016
  • ESF Boa Vista – Início: 6/7/2016. Término: 7/7/2016.
  • Centro Social Urbano – Início: 13/7/2016. Término: 14/7/2016
  • CEMA – Início: 18/7/2016. Término: 19/7/2016.

Fotos: Paulo André Dutra/Depcom-PMA
Fonte: Prefeitura de Alegrete

  • Compartilhe este conteúdo